Valor do dinheiro no Tempo

Comentários

A Matemática Financeira surgiu da necessidade de se conhecer o valor do dinheiro no decorrer do tempo.

O que você acha: R$ 10.000,00 é uma boa quantia em dinheiro ou não?


Juros e Dinheiro


Depende de vários fatores, mas hoje falarei sobre o tempo. Hoje, a maioria dos brasileiros utilizaria este montante para pagar suas dívidas.

Bem, mas e daqui a 20 anos?

Se você pegar esse dinheiro, guardar no seu colchão (como faziam os antigos...) e só depois quisesse pagar essas dívidas. O que aconteceria?

O que são juros
Provavelmente você deveria milhares de vezes mais que apenas os R$ 10.000,00!

Infelizmente, por falta de Educação Financeira, poucas pessoas conseguem explicar porque isso ocorre. Você consegue?

É muito simples: É por isso que o homem criou o conceito de JUROS!

Os R$ 10.000,00, hoje, valem mais que os 10.000,00 daqui a um ano, daqui a 10 anos, daqui a 20 anos. Porque se esse capital ficar aplicado em produtos financeiros (investimentos) terão acrescidos os juros devidos ao capital principal.

ENTENDA OS JUROS DE UMA VEZ POR TODAS


Em geral juros são pagos nos investimentos porque as Instituições vão "utilizar" seu dinheiro para outros fins. Um banco qualquer ao receber R$ 10.000,00 vão pagar juros por utilizar seu dinheiro para outros fins (eis a origem da poupança, CDB e outros). Isso quer dizer que depois de 1 ano, 10 anos, 20 anos quando se quiser resgatar o capital investido, o valor recebido será o valor de R$ 10.000,00 + [juros devidos pela instituição].

Isso mostra que receber os R$ 10.000,00 hoje seria equivalente a receber R$ 10.500,00 daqui a um ano, e não os mesmos R$ 10.000,00.

Capital: R$ 10.000,00Juros: R$ 500,00                              Valor Total depois de 1 ano: R$ 10.500,00

Já que esses, daqui a um ano, já terão perdido parte de seu valor. Os juros de R$ 500,00 referentes ao prazo de um ano funcionariam como uma recompensa por termos de esperar todo esse tempo para ter o dinheiro em vez de tê-lo hoje.

É esse o valor do dinheiro no tempo!

Os juros fazem com que uma determinada quantia, hoje, seja equivalente a outra no futuro. Apesar de diferentes nos números, os valores R$ 10.000,00 hoje e R$ 10.500,00 daqui a um ano seriam equivalentes para juros de R$ 500,00.

Um capital de R$ 10.000,00 só será equivalente a R$ 10.000,00 daqui a um ano na hipótese absurda de a taxa de juros ser considerada igual a 0.





Tempo é mais valioso que dinheiro: O dinheiro é importante, mas não é tudo. Se gastar, sempre é possível recuperá-lo de alguma forma. Já o tempo, por outro lado, passa apenas uma vez, não é possível obtê-lo de volta.

Fique por dentro!

DINHEIRO OU CAPITAL
O dinheiro é o meio de troca que permite o acesso aos mais variados tipos de recursos, (recursos de pessoal, recursos de tempo, recursos naturais, recursos materiais dentre outros). Já foi Dinheiro de argila, Ouro, prata, sal, tabaco (?), níquel e outros tipos de metal.
JUROS (J)

Os juros (J) representam a remuneração pela utilização de capitais de terceiros, ou por prazos concedidos. Podem ser, também, a remuneração por capital aplicado nas instituições financeiras. São considerados rendimento se você os recebe, e são considerados despesa se você os paga.

O dinheiro e os juros são apenas uma parte importante de sua educação financeira, mas podem e devem ser utilizados como instrumento do bem, e qualquer um (inclusive você) pode gozar do dinheiro ganho com trabalho e com investimentos. Isto caracteriza a sociedade moderna onde o sistema econômico predominante é o Capitalismo.


Os juros vão fazer o seu dinheiro crescer ou aumentar suas dívidas. Investir maximizará seus ganhos financeiros. Mas só acontecerá se você utilizar o tempo e o reinvestimento dos juros. Então evite a todo custo realizar retiradas do dinheiro acumulado (principal + juros) para aumentar seu patrimônio financeiro.


Se você quer conhecer mais recomendo que aprenda sobre Matemática Financeira (assista esse vídeo bem interessante)

Área da Matemática que estuda o valor do dinheiro no tempo, que por sua vez está ligado à existência da taxa de juros.