Financiar Apartamento não é investir inteligentemente

Comentários

Imóveis não são um tipo de investimento conservador ou de baixa risco para gerar renda passiva


Na verdade na esmagadora maioria das vezes nem é nem um investimento.

A noção de que os investimentos em imóveis são seguros, conservadores e adequados para todos investirem tem uma origem histórica.

Era no tempo do Dragão da Inflação. Num período em que a economia brasileira usava o dinheiro investido na construção de uma casa “virasse pó” por conta da inflação galopante da época.

Naquela época, comprar imóveis significava imobilizar o capital em um bem concreto e de alto valor agregado. A economia brasileira está completamente diferente da década de 1980.

Olha, o mercado financeiro mudou, trazendo várias opções de investimentos mais interessantes. A nossa mentalidade precisa mudar para também gerar mais renda passiva com investimentos corretos.

Empatar uma grande soma de dinheiro ou altas parcelas mensais em um investimento para obter retorno médio de 0,5% a 0,7% ao mês (pior que a caderneta de poupança)?

Isso significa que ao comprar um apartamento ou casa por R$ 150.000,00, você deverá alugá-lo por no máximo R$ 1.000,00. Seria melhor deixar na poupança (que já disse que também não é investimento).

E você tem que se perguntar:
E os custos de propriedade e manutenção quando não estiver alugando?
Você tem experiência em lidar com inquilinos ou imobiliárias?

Comprar imóveis como investimentos (e não da casa própria)  não é  um “investimento bom em qualquer momento”. Se você gosta dessa ideia de alugar um imóvel, então eu te sugiro que pesquise sobre Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs) que é uma aplicação isenta de Imposto de Renda, aportes iniciais menores e melhor diversificação.

Defendo o investimento em imóveis como uma opção importante diante da necessidade de diversificar. Acredito nisso e por isso é importante conhecer os Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs).

Mas você também pode ter o mesmo raciocínio para sua casa própria.

Imagine a seguinte situação de compra ou aluguel de um imóvel


José Brasil da Silva foi ao banco para realizar um financiamento para comprar o seu próprio tão sonhado apartamento bem próximo de onde ele mora atualmente.

Algo bem comum hoje em dia...

A maioria dos brasileiros tem essa orientação quase que genética. Eu mesmo passei por isso há algum tempo atrás.

Mas, espere... Pare para refletir. A caixa ensina quanto você pode emprestar aqui

Digamos que o José da Silva

  • Tenha um rendimento familiar de R$ 6.000,00 (excelente salário não acha)
  • Para um prazo de 420 meses ou 35 anos (toda a vida trabalhista dele!!!)
  • Ele pode financiar 90% ou R$ 177.640,18 para um imóvel de R$ 197.000,00.


Vamos realizar uma pequena análise.

▪ Quanto ele pagava de aluguel? R$ 1000,00 por um apartamento de 2 quartos.
▪ Depois perguntei qual o valor do apartamento que ele queria comprar ? R$ 197 mil.
▪ Daí, perguntei qual seria a média de valor das prestações que ele estava pretendendo assumir?
Entrada obrigatória de 10% : R$ 19.700,00

Primeira prestação: R$ 1.617,18  

Última de R$ R$ 449,79 em 2049 (nossa, será que ele estará vivo?).

Valor Total Pago no Financiamento: R$ 455.154,64

Valor Total: R$ 19.700,00 + R$ 455.154,64 = R$ 474.854,64


Vamos às conclusões aterradoras

Com esses números em mãos, calculei que em 420 meses (ou 35 anos) de financiamento, ele teria pago R$ 455.154,64 por um apartamento que valia R$ 197 mil.

Ou seja, 2,4 vezes mais que o valor original do imóvel.

Ele irá pagar 2 apartamentos e 1 carro de Luxo ao longo da vida produtiva!!!


Vamos ao contraponto do financiamento: poupar


Uma simulação de investimento na poupança (que não é investimento!) para demonstrar que se ele aplicasse os mesmos R$ 1.000,00 e que rendesse 0,6% ao mês, ele acumularia no mesmo período (35 anos) o valor aproximado de:

obs.: note que estou descontando 27% do Imposto de Renda (um absurdo não acha) e 0,6% de inflação mensal, só pra não ficar um cálculo muito fantasioso.

Sim: R$ 305.403,90. Que será reajustado para valores futuros.  E eu estou falando do pior investimento possível de se fazer atualmente.

Ou seja: Você poderá comprar uma casa à vista quando se aposentar e ainda vai lhe sobrar mais de R$ 100.000,00 para fazer o que desejar.

Mas e se... Eu aplicasse uma pequena parte para comprar uma casa à vista.


Nascer pobre é fato. Morrer pobre é escolha.

Educação financeira para Conquistar a Liberdade Financeira para Viver de Renda Passiva.

Eis minha missão ao mundo. Liberdade e Riqueza são vocações que todos temos porque somos herdeiros de um mundo próspero.

Sei que existem outras pessoas como o José da Silva querendo se livrar do aluguel, mas se enganar pensando que pagar um financiamento de casa própria é melhor que um aluguel é um terrível e escravizante auto-engano.

Os financiamentos podem ser o passaporte para a realização do sonho da casa própria, principalmente os de alto valor, como um carro ou um imóvel. Mas, alguns cuidados devem ser tomados, como, por exemplo, a quantidade de parcelas, tempo de pagamento.

Não adianta sair de uma escravidão para outra. O Brasil precisa de pessoas esclarecidas. Você precisa ser mais esclarecido financeiramente.

Saiba MAIS porque A POUPANÇA NÃO É INVESTIMENTO